Blog

Você já sabe como começar a construir a sua marca pessoal na advocacia?

Se você, advogado, quer construir a sua marca pessoal no ambiente online é vital se posicionar como alguém que vale a pena ser lido, seguido e compartilhado.

Isso é um processo que costuma levar algum tempo.

No mundo digital, você é definido pelo conteúdo, pela marca e pela sua persona online.

Já procurou a si mesmo no Google? O que encontrou? Gostou da sua “versão web”?

Algumas pessoas têm dificuldades de se focar na construção da sua marca pessoal, porque se sentem desconfortáveis, enxergando este tipo de atividade como uma autopromoção.

O fato é que vivemos em um mundo onde ter uma marca pessoal e se tornar percebido por ela, virou não apenas uma questão de diferenciação, mas de sobrevivência, de necessidade. A sua marca pessoal deve fazer parte da sua estratégia de carreira e também, de negócios.

Quando feita corretamente, ela lhe ajuda a se estabelecer como uma autoridade, a criar uma voz autêntica e atrair negócios através da transparência e da experiência.

E como definir e construir essa marca pessoal?

O desenvolvimento de uma marca pessoal envolve uma introspecção e uma autorreflexão honesta. Você, advogado, deve começar definindo a sua marca pessoal entendendo o seu propósito e os seus objetivos de vida. Descobrindo aonde quer chegar, ficará mais fácil assumir o controle da sua carreira, dando a ela o rumo certo.

Assim como no marketing e no branding para escritórios de advocacia, é preciso que você identifique a sua área de atuação, bem como defina o seu público-alvo. Com quem você quer falar, para que público a sua mensagem será dirigida. Isso pautará a sua linguagem e os meios que usará para atingi-lo.

É preciso entender melhor também os seus pontos fortes e os seus pontos fracos. Embora isso possa ser um trabalho desafiador, é essencial que os advogados analisem criticamente as suas habilidades. O que você faz muito bem? Quais as áreas têm espaço para melhorias?

Por exemplo, você pode escrever bem, ter facilidade para falar em público, exercer uma boa liderança ou ter a capacidade de negociar questões complexas. Estas são habilidades fundamentais para os advogados hoje em dia.

Pense também sobre como você é conhecido e como você quer ser conhecido. O que você oferece que o diferencia dos outros? Que experiência profissional ou pessoal você tem que as outras pessoas não têm?

As respostas a essas perguntas fornecerão a base sobre a qual você irá construir a sua marca pessoal. Tenha em mente que branding não é sobre você se transformar em algo que não é. É sobre autenticidade e apresentar a melhor versão possível de si mesmo. Nos estágios iniciais, também pode ser útil pedir feedback de colegas, de familiares ou de amigos confiáveis, ​​que lhe ajudarão nestes quesitos para que você entenda os seus pontos fortes e fracos e melhore as suas estratégias.

É importante ter em mente que desenvolver e promover uma marca pessoal de sucesso não é algo que acontece da noite para o dia. Assim como outros aspectos do marketing, é um processo contínuo que requer consistência. Contudo, não tenha dúvida, que é um esforço que vale a pena.