Blog

O que você faria da vida, se o seu motor não fosse o dinheiro?

O que você faria se ganhasse 20 milhões na loteria no próximo sorteio?

A ideia deste valor é para lhe mostrar que você não precisa mais trabalhar para sobreviver. Como seria o seu dia seguinte? Você acordaria cedo para ir ao seu trabalho? Se tiver o seu escritório de advocacia, continuaria com ele? Abriria um novo negócio? Ou promoveria uma mudança radical em sua vida?

A resposta a estas perguntas podem lhe dar sinais importantes da relação que você tem com o seu trabalho, do quanto ele lhe faz feliz e do quanto lhe traz realização. 

Se o que lhe vem na cabeça é: Eu nunca mais iria trabalhar na minha vida, talvez, valha a pena repensar a sua carreira.

Pegue uma folha de papel e escreva. Coloque algumas ideias de projetos, deixe a sua imaginação fluir sem críticas. 

Dia desses, conversando com um cliente sobre isso, perguntei o que ele queria para a vida dele, qual era o seu sonho e ele me respondeu que gostaria de ter o meu próprio negócio, mas… mas, veja bem, na sequência já veio com “mas”, com uma crítica que cortava está possibilidade, dizendo que no Brasil é muito difícil de empreender. 

É isso que muitas vezes fazemos em nossas vidas. Temos sonhos, vontades, algo que nos move lá dentro, mas não nos permitimos sequer elaborar um pouco mais estas ideias, porque logo colocamos as dificuldades que envolve esta situação. 

É verdade que no Brasil não é fácil empreender, mas quantas pessoas você conhece que têm o seu empreendimento e conseguem tirar o sustento dali? Eu conheço várias. 

Numa rua principal perto da minha casa tê m academias, padarias, cafés, restaurantes, sapataria, etc. E todas estas pessoas conseguem tirar o seu sustento dali. Falar em empreender e ter o seu próprio negócio não significa que você irá construir amanhã um empreendimento milionário e isso também é relativo ao conceito de sucesso de cada um.

Tem gente que tem como sonho sim, ter uma empresa como um google ou uma amazon. Outras pessoas, quando pensam em um empreendimento com posicionamento global querem se manter é bem longe disso. 

Trabalhar dá trabalho. E é isso que eu costumo questionar: Se você já ter trabalho, dificuldades e desafios em qualquer coisa que faça na vida, por que não investir o seu tempo naquilo que lhe faz feliz?

Se você não faz ideia do que seja e não consegue colocar nada no papel de cara, dê-se um tempo e tente depois. Deixe esta pergunta em latência no seu cérebro. A resposta pode vir num banho, num momento de lavar uma louça, numa caminhada na rua ou até em sonho. Volte de novo para o papel, quando sentir que é momento para isso.

Uma parte muito importante do sucesso é saber onde irá investir o seu tempo e a sua motivação. Essa felicidade não tem preço. 

O meu objetivo aqui é que você se pergunte e entenda: o que faria da sua vida, se o seu motor não fosse o dinheiro?